München: estatísticas

A Audi saiu de Munique vitoriosa, triunfo que veio nas mãos de seu principal piloto, Mattias Ekström. O sueco bateu adversário por adversário até chegar à final, quando perdeu a primeira bateria para Jamie Green, mas venceu a segunda e se sagrou campeão.

Eu contabilizei algumas estatísticas do mata-mata que foi disputado neste domingo (15), em Munique, que totalizou 22 corridas. E a Audi foi mesmo quem venceu mais na Bavária, casa da BMW.

Foram nove vitórias da montadora das quatro argolas. A Mercedes, logo atrás, venceu oito, e a BMW, cinco. Vale lembrar que Audi e Mercedes têm oito carros, e a BMW, seis.

Nos duelos entre as montadoras, quem ganhou de uma, perdeu de outra: Audi 4 x 1 BMW, BMW 3 x 1 Mercedes e Mercedes 6 x 4 Audi.

Cada montadora teve, também, um duelo interno. O da Audi foi nas oitavas, entre Mike Rockenfeller e Miguel Molina. Vitória de Rockenfeller.

Na BMW, Augusto Farfus e Bruno Spengler se enfrentaram nas quartas de final, com vitória do canadense. O encontro de duas Mercedes aconteceu também nas quartas de final, e com vitória do inglês.

Ekström foi o campeão, mas empatou em vitórias com Jamie Green. Como cada um venceu uma das baterias da final, terminaram o dia com quatro vitórias e uma derrota.

Por fim, a final deste ano teve as mesmas montadoras do ano passado, mas com um vencedor diferente. Em 2011, Spengler venceu com a Mercedes, ao bater Edoardo Mortara.

Anúncios

Comente este post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s