O abismo que separa Massa de Alonso em 2012

Está chegando a hora da definição na Ferrari e, para manter seu lugar na equipe, Felipe Massa vai precisar fazer muito mais do que fez na primeira metade da temporada.

O piloto não se classificou a frente de seu companheiro de equipe, Fernando Alonso, nenhuma vez em onze corridas, nem terminou a frente de Alonso nas dez corridas que completou.

Além disso, Massa ficou apenas 15 voltas a frente de Alonso nas provas, de um total de 672 em que esteve na pista. Somente em três ocasiões ele cruzou a linha de chegada a menos de 7s do espanhol, no Bahrein, em Mônaco e na Inglaterra.

No comparativo entre os companheiros de equipe, a diferença entre Massa e Alonso é a mais abismal de todas. Tivesse o brasileiro um desempenho pelo menos mediano e a Ferrari estaria disputando a liderança do Mundial de Construtores com a Red Bull.

Na F1, gostam de anunciar coisas no GP da Itália. Não sei se vai ser o caso dessa vez, mas falta um mês para a corrida de Monza.

Os candidatos já especulados para pilotarem o segundo carro da Ferrari em 2013 são muitos: o próprio Massa, Kimi Räikkönen, Sergio Pérez, Paul di Resta, Lewis Hamilton, Adrian Sutil e mais um ou outro que eu posso ter me esquecido agora.

Anúncios

Um comentário sobre “O abismo que separa Massa de Alonso em 2012

Comente este post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s