O belo duelo de Massa contra Senna

Neste domingo, em Cingapura, Felipe Massa fez uma das mais belas ultrapassagens do ano. No ponto mais estreito do circuito e talvez do calendário – a largura ali chega a ser de oito metros, somente – o piloto da Ferrari não hesitou nem mesmo quando Bruno Senna o espremeu.

A ultrapassagem chegou a ser colocada sob investigação, mas nada foi feito. Senna deixou pouco espaço em um lugar onde não havia espaço nenhum. O incidente foi colocado sob investigação, mas os comissários não viram nada demais. O piloto-comissário hoje foi Allan McNish. Foi bem.

Massa não gostou. Ficou bravo porque achou que Senna exagerou na defesa. Mas tem é que ficar feliz pelo o que fez, e não reclamar dos outros. Há tempos que não faz algo assim, agiu como o Massa dos bons tempos.

Vi gente exaltando ainda mais a manobra pela dificuldade imposta por Senna. Pelamor, que pachecada. Se fosse outro passando Senna, ninguém falaria que Senna foi bem na defesa e que isso é mérito dele. Não falariam nada. Ou exaltariam o arrojo de quem passou e a imprudência de quem defendeu.

Mas que tal se deixarmos tudo de lado e apenas curtirmos esta baita ultrapassagem?

Anúncios

Comente este post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s