Sorte e estratégia

Alonso tem sorte? Tem. É o mais rabudo de todos que estão aí. E vai ser campeão muito por conta disso. Há quem diga que não existe sorte, mas ela existe sim e interfere muito no automobilismo, porque o piloto depende de uma série de fatores que não estão ao seu alcance. Em 2012, todos estes fatores estão conspirando a favor de Alonso.

Mas é claro que não é só isso que vai lhe garantir o título. É sua inteligência, sua capacidade de estar sempre em uma posição em que, quando as coisas derem errado para os outros, darão certo para ele.

O espanhol chegou à Cingapura falando que não dava para marcar todos os pilotos que estavam na briga, então o objetivo era marcar o vice-líder, o que estava mais perto. Não estava conseguindo marcar Lewis Hamilton, que liderava até a caixa de câmbio da McLaren trabalhar a favor da Ferrari.

A estratégia de Alonso, desde o GP da Europa, está lhe rendendo a primeira posição. Vejam só:

Alonso liderou o campeonato naquele começo confuso, cheio de oscilações em que ninguém sabia quem estava mais forte na F1. Mas era azarão. A Ferrari tinha um carro muito ruim. Mesmo que estivesse andando muito bem, não parecia que Alonso teria fôlego para disputar o título.

Só que ele foi se mantendo. Era líder após o GP de Mônaco. Teve a chance de vencer no Canadá, mas perdeu para os pneus no fim. Perdeu também a liderança, para Lewis Hamilton.

Aí lá vamos nós para Valência. Alonso vai mal na classificação, fica pelo caminho ainda no Q2, mas faz uma ótima corrida de recuperação. Começa a ganhar posições na marra e nos pit-stops e chega a terceiro. Após aquele suspeito SC, acontece a espetacular ultrapassagem sobre Grosjean. Depois, os abandonos do alemão e do francês. Alonso venceu e retomou a dianteira no campeonato. Hamilton, que seguiria perto, foi tirado da corrida por Maldonado no fim. Resultado: 20 pontos de vantagem para o vice-líder, Mark Webber.

Hora de defender a primeira colocação. No GP da Inglaterra, Alonso perdeu terreno para Webber, mas chegou em segundo, logo atrás do australiano que, naquele momento, era o homem que desafiaria o espanhol pelo título. 16 pontos os separavam.

Em Hockenheim, vitória de Alonso. Webber foi mal, oitavo, apenas. Hamilton abandonou e Vettel foi punido no fim e caiu de segundo para quinto. Webber seguiu como vice-líder, mas 34 pontos atrás.

No GP da Hungria, o desempenho da Ferrari não foi dos piores. Os italianos foram apenas a quarta força. O que tirar de bom então? Mais seis pontos de vantagem para o segundo colocado. Alonso foi quinto, Webber, oitavo.

De repente, a sorte abandonou Alonso quando viu Romain Grosjean espremer Lewis Hamilton contra o muro e fazer aquela cagada toda. Só que Webber não foi tão bem, apenas sexto, atrás de Felipe Massa. Vettel, segundo, virou vice-líder.

Mas a Red Bull não tinha um bom ritmo em Monza. A Ferrari, tinha. Apesar da quebra da suspensão na classificação, Fernando Alonso conseguiu alcançar Vettel na briga pelo quarto lugar e passou pelo alemão, que abandonou de novo com um problema no alternador. Vencedor, Hamilton assumiu a vice-liderança. A história de hoje, já contei lá em cima.

Daqui a duas semanas tem o GP do Japão. Vettel é o vice-líder, está a 29 pontos de Alonso. Está mais perto do que Hamilton estava, mas porque não acreditar que Alonso vai voltar a abrir para o segundo colocado no campeonato?

E mais: além de estar garantido na liderança por mais uma corrida, apenas Vettel e Räikkönen estão a menos de 50 pontos do espanhol. Agora quarto, Hamilton tem 52 de desvantagem. É muita coisa.

Pra mim, Alonso só perde o título se tudo der errado para ele nas seis corridas que restam ou se a Ferrari repetir os erros de 2008 e 2010 e jogar o campeonato fora. Só que a pressão em Maranello é enorme para que isso não aconteça. Pros que estão acostumados com crise no Palmeiras, a crise vai ser muito maior em Maranello se Alonso não for campeão.

Anúncios

Comente este post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s