O melhor de Kimi

A vitória de Kimi Räikkönen no GP de Abu Dhabi nos deu a oportunidade de vê-lo em sua melhor forma, dentro e fora da pista. É Kimi sendo Kimi.

Räikkönen fez uma ótima largada. Passou o moonwalker Mark Webber e Pastor Maldonado para pular para segundo. Na segunda volta, quase conseguiu passar Lewis Hamilton, que cometeu um erro, mas não deu. A ultrapassagem veio mesmo 17 voltas mais tarde, quando a McLaren do inglês o deixou a pé, com um problema na pressão de combustível. Kimi estava na liderança pela terceira vez em 2012. Pela primeira vez, não era uma liderança ocasional, era pra valer.

A partir dali, natural que a Lotus começasse a passar informações sobre quem poderia ameaçar a primeira vitória da equipe na temporada. E Kimi começou a agir como Kimi, nas respostas que deu à equipe pelo rádio.

– Apenas me deixe sozinho, eu sei o que fazer.

– Yes, yes, yes, yes, eu estou fazendo isso o tempo todo, não precisa ficar me lembrando.

Uma lenda, um ídolo.

A tão esperada vitória chegou. Junto dela, as perguntas sobre como ele se sentia voltando ao vencer após três anos – desde o GP da Bélgica de 2009, com a Ferrari. Uma coisa é que ele comemorou é não ouvir ‘o quanto falta para você vencer?’. Aqui tem a entrevista dos três primeiros a David Coulthard, no pódio do GP de Abu Dhabi. É claro que o que importa é a parte do Kimi, que arrancou aplausos e risadas de todos.

Também no pódio, mas pouco antes de DC entrar em cena, aconteceu a festa do champagne. Ou melhor, fiquei na dúvida se era champagne mesmo ou não, porque, nesses países árabes, normalmente não se pode consumir álcool em público. Mas Dubai e Abu Dhabi são tão ocidentais é capaz de que a bebida tenha sido das boas mesmo. Outro indício de que era a iguaria francesa a servida no pódio é que Kimi não jogou quase nada em Vettel e Alonso, afinal, o que é feito para beber não deve ser desperdiçado. Ele preferiu beber a fazer gracinhas.

Não parou por aí não. Ainda tinham várias entrevistas por vir. Na zona mista, o repórter Will Buxton, do Speed, perguntou para Kimi se era hora de tomar uma cerveja. Um pouco desconcertado, sem esperar tal pergunta naquele local, respondeu: “Não apenas uma!”.

Mais tarde, chegaram ainda os releases da Lotus. É preciso dizer que essa é a equipe mais irreverente de todas no que diz respeito ao marketing e às relações públicas. Durante o ano todo, cansaram de brincar com o estilo de Räikkönen. Não deixaram de fazê-lo hoje.

Estou feliz, mas não há motivos para sair pulando. Temos algumas corridas e vou tentar fazer o mesmo outra vez. Com certeza teremos uma boa festa hoje à noite e espero que amanhã, quando estiver de ressaca, a gente se lembre de como se sentiu. Eu tenho quase duas semanas. Desde que eu consiga me apresentar para a próxima corrida, acho que a equipe estará feliz. Talvez eu tente ir para casa em algum momento.

Precisa falar mais alguma coisa? Não. Apenas deixem o cara sozinho. A foto abaixo, sim, é cortesia da Lotus.

Anúncios

Comente este post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s