Lendário, épico e mitológico

SÃO PAULO, 4h54 – Ao longo do ano, não postei muito sobre as corridas em si aqui no blog. Uma mistura de muito trabalho além daqui no domingo com o excesso de posts sobre as próprias corridas por aí na internet. Acontece que, quando eu tenho tempo para escrever, todo mundo já leu de tudo em outros lugares e eu sou só mais um escrevendo.

Mas, depois deste GP do Brasil, bateu a vontade de escrever algo sobre uma das melhores corridas que já vi. Também é uma das melhores decisões de campeonato que já vi, só perde para a de 2008. Se bem que a corrida em si, e não a briga pelo título, foi bem melhor que a da disputa entre Lewis Hamilton e Felipe Massa.

Como, ontem, ou hoje, já que eu ainda estou acordado, às 4h da manhã, aconteceu coisa demais pra eu pitacar (existe esse verbo?), vou fazê-lo em tópicos. E a primeira coisa que preciso dizer é que as palavras do título não são minhas, que tão bem definem o GP do Brasil, são do lendário amante da mitológica cultura latino-americana Fernando Silva.

A BRIGA PELA VITÓRIA

Empolgante. Nico Hülkenberg gosta mesmo de Interlagos e foi quem andou melhor neste domingo. Melhor que Lewis Hamilton e melhor que Jenson Button. Tanto é que ultrapassou os dois e dominou a corrida até cometer um pequeno deslize no miolo e pertmir a ultrapassagem de Hamilton.

Quando tentou dar o troco, escorregou no molhado e acertou a McLaren. Um erro mais do que comum de acontecer na chuva, mas que foi considerado passível de punição pelos comissários. Drive-through para ele. Não fosse essa penalização, certamente estaria no pódio. Talvez pudesse até chegar em Button para ameaçar a vitória do inglês.

Também foi impressionante como seu carro não quebrou, depois de quicar algumas vezes após o toque. Hamilton, com a suspensão dianteira esquerda quebrada, abandonou.

A IMPORTÂNCIA DA VITÓRIA PARA BUTTON

Com a despedida de Hamilton e a chegada do garoto Sergio Pérez, Button terá a missão de liderar a McLaren em 2013. E a vitória no fim de 2012 serve para aumentar a confiança da equipe nas chances de se dar bem no ano que vem. O que não é nada impossível, já que o melhor carro deste ano foi fabricado em Woking. Só precisa ser um pouco mais confiável.

DE PONTA A PONTA

Button venceu a primeira e a última corrida do ano. O último piloto a fazer isso foi Kimi Räikkönen, em 2007, também na Austrália e no Brasil. Em Interlagos, comemorou o título.

E SOBRE PÉREZ

O mexicano se envolveu no acidente da primeira volta e amargou mais uma prova fora da zona de pontuação. Não pontuou nenhuma vez desde que foi anunciado pela McLaren para 2013. Vai começar o próximo ano sob alguma pressão para se apresentar bem.

O QUASE VILÃO SENNA

Bruno Senna perdeu uma ótima oportunidade de fazer uma grande corrida no Brasil, diante de sua torcida, e mostrar a todos que pode, sim, andar bem na F1. O carro da Williams estava bem acertado no molhado. Só que o brasileiro se atrapalhou na curva do Lago e acabou tocando em Vettel. Só no piloto que disputava o título. Foi como se o Brasil jogasse a favor de Fernando Alonso. Por sorte, Vettel pôde continuar na corrida e com o carro andando bem.

Agora ele tem que seguir se preocupando com os negócios, com os patrocinadores e com a grana para garantir um lugar no grid em 2013. Terminou 2012 14 pontos atrás de Maldonado, com o trunfo de pontuar em 10 provas, contra apenas cinco do venezuelano. Mas a vitória no GP da Espanha pesa demais para o pupilo de Hugo Chávez.

WAKARE, KOBAYASHI?

Foi bastante combativo na que pode ter sido a sua última corrida na F1. Não continuará na Sauber em 2013 e briga para arranjar uma vaga. No sábado, admitiu ter chance em uma equipe grande. E a única equipe grande que tem vaga em aberto é a Lotus, que não confirmou a permanência de Grosjean. Conseguirá o mito se arranjar com patrocinadores japoneses para seguir no grid?

CATERHAM X MARUSSIA

Nas últimas voltas, Vitaly Petrov ultrapassou Charles Pic e assumiu a 11ª posição do GP do Brasil. Este resultado deu à Caterham a décima posição no Mundial de Construtores, o que é muito importante. Estando no top-10, a equipe verde receberá a grana da premiação da FIA, que pesa bastante no orçamento. A Marussia ficou devastada pela perda da posição. Não é para menos.

E vale lembrar uma coisa. Quem foi ultrapassado foi Charles Pic, anunciado na sexta-feira como piloto… da Caterham! Ou seja, ser ultrapassado ajudou a equipe pela qual vai pilotar em 2013. Hum.

A REAFIRMAÇÃO DE MASSA

Felipe Massa terminou o ano no pódio e fazendo. Uma terceira posição que veio após uma ótima apresentação no GP do Brasil. Fez tudo o que podia fazer para ajudar Alonso: andou rápido e se colocou entre o espanhol e Vettel. Um desempenho que o fez chorar. Chorando muito, que nem um bebê, como disse, foi recebido por sua família nos boxes aos gritos de “você é o cara!”. Depois, falou bastante.

Massa não é chorão e, embora estivesse visivelmente emocionado, fez declarações bem lúcidas. Gostei bastante de suas falas. Não ficou se lamentando, não ficou procurando desculpas, apenas se mostrou contente por ter dado a volta por cima. Acredita que, enfim, a fase ruim ficou para trás. Festejou. Termina o ano em alta para tentar começar o ano bem em 2013, tentar voltar a ganhar corridas e andar em um nível decente na F1, o que não aconteceu na primeira metade de 2012.

NÚMEROS FELIPÍSTICOS

Nas dez primeiras corridas, pontuou quatro vezes, resultando em um total de 23 pontos que o deixava na 14ª posição no campeonato.

Nas dez últimas corridas, pontuou em todas, 99 no total, e subiu para a sétima posição. A reação também foi fundamental para a Ferrari passar a McLaren e terminar o Mundial de Construtores na segunda colocação.

MELHOR FOTO

O choro de Massa, por Carsten Horst:

E O TRICAMPEÃO?

Vem no próximo post. Estou bem falante, ou melhor, escrevente.

Anúncios

Comente este post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s