O reclamão

FORMULA 1 - Korean GP

SANTA RITA DE CALDAS, 17h25  – Não, isso não é uma característica apenas de Sebastian Vettel. Há muitos outros assim no grid da F1. Quase todos, eu diria. E não só lá. Pilotos são meio reclamões mesmo – até corrida de jornalista tem suas confusões. Jogador de futebol também é. Gente de outros esportes também é.

Mas o reclamão do post de hoje é Sebastian Vettel – com a companhia de Jenson Button e de Fernando Alonso. Como de costume, a FOM lançou o DVD com o ‘official review’ da temporada de 2012, que pode ser comprado em algum canto por aí. Nesse filme foram divulgadas algumas novas reclamações de Vettel por conta das punições que recebeu nas corridas do último ano, por meio do rádio, e que não foram veiculadas nas transmissões das corridas. Essas novas frases são dos GPs da Espanha e da Itália.

Na Catalunha, tudo começou com Button, que alertou:

“Vettel está usando o DRS, Vettel está usando o DRS com bandeiras amarelas”

A zona de utilização do DRS na Espanha era no fim da reta dos boxes, e bandeiras amarelas eram ali agitadas devido ao acidente envolvendo Michael Schumacher e Bruno Senna, ainda no começo da corrida. Vettel acabaria a prova em sexto.

Quando punido, Vettel reclamou:

“Eu não estava indo muito rápido. Eu podia ver tudo. O que mais você queria que eu fizesse? Eu estava alerta, eu falei bandeira amarela, que podia vê-la no fim da reta. Não é meu problema se eu tenho DRS, eu não posso tirar o pé. Estamos falando de quatro décimos”

Depois, ouviu uma bronca de seu engenheiro:

“Entendido. A punição não será retirada. Respire fundo e continue focado. Não quero nenhum gesto com os braços nem nada, ok?”

Já na Itália, o motivo da discórdia foi a disputa de posição com Fernando Alonso na Curva Grande, a terceira de Monza. Vettel deixou pouco espaço para a ultrapassagem do espanhol, que foi quem fez a primeira acusação:

“Ok, eu acho que isso basta, não? Basta… Estou a 320 km/h, ok”

Aí Vettel respondeu, antes e depois de ser punido:

“Para o diretor de prova: de repente, ele estava na grama. Eu não precisei empurrá-lo para a grama, eu deixei espaço suficiente”

“Eu te disse que não o empurrei para a grama. Havia espaço suficiente”

São reclamações interessantes, essas, mas certamente há outras de outros pilotos. Alonso e Button, por exemplo, são dois que reclamam bastante. Hamilton é outro que gosta de falar dos outros, Bruno Senna também. Alonso, aliás, reclamou demais durante o ano, nas entrevistas. Mas, no que diz respeito às conversas de rádio, até por causa desse DVD, foi Vettel quem terminou o ano como o reclamão. Se bem que ganhar do Alonso, no geral, não é fácil.

Anúncios

Um comentário em “O reclamão

  1. Sao todos reclamoes mas irrita mais quando pedem que um colega seja punido, em situaçoes dubias ou mesmo nao tendo qualquer razao.

    Por exemplo: Button nao deu espaço a Vettel na Alemanha, o alemao foi empurrado para fora, passou mesmo assim e o ingles pediu logo penalizaçao. O mais incrivel e que a FIA foi na conversa dele e puniu o alemao. Massa tambem irrita: em Singapura cortou por fora da pista e so por isso ficou em posiçao de atacar Bruno Senna na curva seguinte. Claro que este nao contava com o Ferrari ali tao rapido, nao o viu ao lado e deu-se o toque. Massa teve a ousadia de pedir penalizaçao para o seu compatriota, mas neste caso a FIA nao foi na conversa dele.

Comente este post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s