As 12 Horas de Sebring

SÃO PAULO, 12h33 – Neste sábado (16), o Sebring Raceway será palco de mais uma edição das 12 Horas de Sebring, abertura da temporada 2013 da ALMS. 41 carros estarão na pista, incluindo três brasileiros: Lucas Di Grassi e os Brunos Senna e Junqueira. Di Grassi tem grandes chances de se tornar primeiro brasileiro vencedor da prova, que chega a sua 61ª edição. Vai correr ao lado dos atuais vencedores Tom Kristensen e Allan McNish. Kristensen é o piloto com mais vitórias: seis.

A edição deste ano marca o fim de uma era, devido à fusão da ALMS com a Grand-Am para 2014. Ela não vai mais permitir que os protótipos de Le Mans andem na terra dos alligators, com isso, a Audi, vencedora de dez das últimas 13 edições faz sua despedida de Sebring. Favorita, a montadora alemã chegará a 11 triunfos caso vença neste sábado – a Porsche é a maior vencedora, com 18, e a Ferrari vem a seguir, com 12. Apenas oito marcas venceram mais de uma vez na classificação geral: as três já citadas, Nissan (4), Ford (3), BMW, Toyota e Peugeot (2).

Abaixo, infelizmente em resolução não tão adequada, todos os 41 carros inscritos para a prova deste fim de semana – com o Delta Wing entre eles. Serve como guia:

2013-sebring-allthecars

Embarco para Orlando hoje à noite, de lá, vou para Sebring, onde faço a cobertura ‘in loco’ – minha primeira cobertura internacional – para o GRANDE PRÊMIO. Entre uma e outra matéria, vou tentar atualizar o blog, que andou meio parado nos últimos dias. Para entrar no clima da viagem, nada melhor do que assistir ao vídeo abaixo.

Anúncios

4 comentários sobre “As 12 Horas de Sebring

  1. Curiosamente Di Grassi e os Bruno tem em comum terem enfrentado em pista Jenson Button em testes, numa especie de shoot out. Antes da epoca de 2000 Bruno Junqueira foi ligeiramente mais rapido que o jovem Button mas foi este o escolhido para entrar na F1 pela Williams, por ter sido visto como tendo maior potencial, devido a menor experiencia. Em Novembro de 2008 o shoot out foi entre Di Grassi e Bruno Senna. Button era ja um piloto consagrado e serviu como referencia para os jovens. Di Grassi ficou a 0,5 e Bruno a 0,3 do ingles. Mas a Honda saiu da F1 logo a seguir e foi Barrichello quem acabou por ficar com o lugar na Brawn…Agora em Sebring Di Grassi pode vencer na geral e Bruno Senna na categoria dos GT.

    Resposta
  2. Só uma correção…Di Grassi pode ser o primeiro brasileiro a vencer a corrida de Sebring no geral, porque o meu primo, Jaime Melo Jr, venceu na categoria GT…assim como também já venceu as 24 de Le Mans na mesma categoria e nunca citam o fato, mas fica a lembrança.

    Abraço a todos

    André (Curitiba)

    Resposta

Comente este post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s