PROMOÇÃO MERECIDA

2013-sebring-15-lucas di grassiSÃO PAULO | Lucas Di Grassi foi confirmado hoje como titular da Audi em toda a temporada do Mundial de Endurance. Após um ano e meio na montadora de Ingolstadt, o brasileiro convenceu Dr. Ullrich e seus colegas de que merecia a chance de substituir Allan McNish no protótipo que carregará o #1 em 2014. Seus companheiros serão o dinamarquês Tom Kristensen e o francês Loïc Duval.

Não se trata de nenhuma surpresa. Desde que o baixinho escocês anunciou a aposentadoria no mês de dezembro, Di Grassi já pintava como favorito, embora ele mesmo afirmasse não saber se seria titular. Restava mais é uma confirmação.

Lucas disputou quatro provas com a Audi. Estreou muito nas 6 Horas de São Paulo de 2012, quando era somente um convidado — iniciativa que envolveu a organização da etapa tupiniquim para promover o evento. Kristensen terminou a prova fazendo muitos elogios ao então novato. Aquela atuação lhe rendeu um contrato para 2013 e a participação nas corridas de 12 Horas de Sebring, 6 Horas de Spa-Francorchamps e 24 Horas de Le Mans. Foi ao pódio em todas, comportando-se muito bem dentro do R18 e-tron quattro. De quebra, ainda fez um teste no DTM.

A presença de Di Grassi no #1 significa que, pela primeira vez desde 2008, um brasileiro terá chance real de disputar um título mundial da FIA em um campeonato top de automobilismo. Aliás, salvo engano meu, ele será o primeiro brasileiro a correr com o #1 em um Mundial da FIA desde Ayrton Senna em 1992 — corrijam-me se eu estiver errado.

Esse acerto de Lucas com a Audi serve também para reforçar como há vida inteligente fora da F1. Pode até ter demorado um pouco para que ele tivesse a chance de disputar um campeonato inteiro como piloto contratado, mas ele se arranjou. Foi piloto de testes da Pirelli, da F-E, começou esse envolvimento com a Audi e disputará um título em 2014.

Capacetes de Di Grassi, Duval e Kristensen em foto postada pelo dinamarquês no Instagram

Capacetes de Di Grassi, Duval e Kristensen em foto postada pelo dinamarquês no Instagram

Os outros carros — André Lotterer, Marcel Fässler e Benoît Tréluyer vão continuar como parceiros em busca do bicampeonato mundial, e um terceiro carro, assim como em 2013, alinhará somente em Spa e Le Mans. Nesse protótipo, Oliver Jarvis foi mantido, mas terá dois novos companheiros: Filipe Albuquerque, que deixou o DTM para se dedicar ao programa de endurance da Audi, e Marco Bonanomi, reserva no ano passado.

Em tempo — As 6 Horas de São Paulo vão fechar a temporada 2014 do WEC. Culpa das obras que acontecerão em Interlagos. O cronograma ainda não foi completamente revelado, mas não permitiria a realização de um evento em agosto no circuito. De certa forma, um golpe para Emerson Fittipaldi, que vinha falando bastante em manter a corrida em agosto para fidelizar o público com a data. Isso também indica que a Stock Car não deve conseguir fazer a Corrida do Milhão na maior cidade do país — a prova está marcada para 3 de agosto. As alternativas são Curitiba ou Goiânia.

Anúncios

2 comentários sobre “PROMOÇÃO MERECIDA

  1. Renan, tudo bem?
    O Lucas deixou a Pirelli?
    Como eu não vi nenhum relato, fiquei na dúvida. E até o ano passado, ele era piloto da marca, inclusive esteve em Interlagos na F1, usando trajes dela.
    Abraço

    Responder

Comente este post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s